quarta-feira, 11 de março de 2009

Voltar a ganhar pela nossa Terra


Foi sensivelmente há quatro anos que tive a honra de, com toda a comissão política de secção que presidia então, escolher aqueles que, mesmo não gostando particularmente, foram os candidatos aos órgãos autárquicos das Freguesias da Secção H do PPD/PSD.

Como resultado final, a vitória nunca dantes alcançada em 4 das 5 Freguesias.

Gostava que a vontade fosse a mesma de outrora pelos dirigentes da minha secção.

Era mesmo só isso que eu queria...

4 comentários:

Anónimo disse...

Pois é, infelizmente agora é so a malta dos esquemas, das avenças e dos pagamentos que lá para. Mas o culpado foste tu que deixaste!

Pedro Jesus disse...

Caríssimos,

Tive a honra e a oportunidade de há 4 anos também ter dado o meu contributo.

De facto, muito me entristece que hoje haja nas Juntas de Freguesia da nossa área de secção uma realidade muito diferente daquela que planeámos.

Mas estou convicto que no plenário de militantes do PPD/PSD H de hoje, quinta-feira, iremos todos chegar a um entendimento.

É que, só ganhamos Lisboa, se contarmos com a colaboração e com o contributo de todos os militantes.

Só assim teremos condições para escolher os melhores candidatos às Juntas de Freguesia.

A ver vamos...

Anónimo disse...

Por acaso não foi a CPS/H que fez as listas para as freguesias, nem as aprovou, nem o Plenário pôde dar uma opinião.

Houve membros da CPS que viram a lista da sua freguesia no edital no dia da votação.

O esquema, do Preto e compinchas, foi colocar os 'tachistas' para garantir poder/votos no partido -foi conseguido. O nível dos autarcas pode ser medido pelos erros de ortografia e pela falta de quaisquer projectos, a não ser umas passeatas, neste Verão,para os velhos. O resultado ver-se-á no dia da votação.

Santo Engraciano disse...

Foi uma enorme surpresa para mim descobrir este blog e não podia deixar de manifestar a minha opinião sobre a questão que aqui se levanta relativamente a determinadas juntas de freguesia, onde também se inclui a minha, Santa Engrácia.

Santa Engrácia vive "adormecida" desde que, no verão passado, foram retirados pelouros às pessoas que nos últimos 4 anos mais trabalharam pela freguesia.
Quando o Sr. João Mota Lopes entrou para a Junta como Secretário, assistiu-se a uma grande mudança, construiu-se um caminho, os fregueses sentiram o acompanhamento que nunca tiveram, houve preocupação em fazer o melhor que se podia pela comunidade.

Por embirração ou outros interesses, o Sr. João Mota Lopes foi afastado, sem nenhuma justificação plausível. Ninguém que tinha o direito de informar os fregueses sobre essa decisão o fez. Ninguém confrontado com isso sabe dar uma resposta.

Santa Engrácia começou a sofrer e passou de freguesia-exemplo a uma espécie de república sem rei nem roque.

Acabou muita coisa, de repente. Hoje, fazem-se visitas para os idosos, formação informática para idosos, tudo o mais que possa aparecer, para os idosos, como se não existisse mais população residente. Mas mais do tipo "divertimento" para idosos e não por outro motivo que vá de encontro às suas verdadeiras necessidades. E porquê? Porque assim será mais fácil condicionar esses votos quando chegar a altura de ditar a sentença?

Santa Engrácia é uma freguesia perdida se os "dirigentes" que escolhem os lugares não reconhecerem aqueles que na verdade sabem honrar esta terra. A nossa Terra!
E esses senhores que escolhem, à mercê da sua disposição, deveriam deixar as tricas de lado e fazerem acordos com pés e cabeça! E essa decisão passa por escolher alguém de valor para esta freguesia, alguém com provas dadas e respeitado pela população.

E esse alguém chama-se João Mota Lopes. O único Presidente de Junta que Santa Engrácia merece. Porque é uma pessoa que honra o nosso bom nome e truxe vida a esta população.

A não ser assim, Santa Engrácia cairá. E as pessoas que vivem esta freguesia não têm memória curta.

A população desta Terra votará por este nome e pelo tanto que este Senhor fez por nós.

A não ser ele, vai com certeza existir uma grande derrota. Evitável, por sinal. Porque ninguém tem que sofrer com as guerrinhas caseiras que não ajudam ninguém e que só existem baseadas num egoísmo cego e de consequências desastrosas.

Como Santo Engraciano, votarei se o nome candidato pelo PSD for João Mota Lopes. A ser outro, eu e muitos, de certeza que nem sequer vão aparecer.

A campanha já está a ser feita pelas ruas. João Mota Lopes a Presidente!
Menos do que isso, é gozar com a nossa cara!